Problemas bucais: evite utilizando escova e fio dental

 

Escovar os dentes e passar o fio dental deixa você à vontade para abrir aquele sorrisão sem medo de passar constrangimento. Mas, muito além da estética, preservar a saúde da boca é cuidar do corpo todo. Com a dupla escova de dentes e fio dental é possível prevenir a maior parte dos problemas bucais. Enquanto a escova faz o trabalho mais pesado, o fio limpa os espaços em que ela não alcança.

Saiba quais são os problemas que uma higiene correta dos dentes, com a escovação e o fio dental, pode evitar:

Mau hálito

Você sabia que a cada três brasileiros um tem mau hálito? O descuido com a higiene bucal, principalmente da língua e da gengiva, é a causa mais comum do problema. Se o cheiro ruim continuar mesmo escovar os dentes, melhor procurar um especialista.

Afta

Redobre a atenção com a higiene quando surge a feridinha na boca, que pode ser causada por um trauma ou alimentação que muda o pH da saliva. Isso reduz o risco de complicações.

Cárie

A cárie é a deterioração do dente e o mais comum dos problemas bucais. Hoje, a doença atinge cerca de 88% da população mundial. Muito açúcar e pouca escovação é um prato cheio para as bactérias. Aos poucos, as invisíveis vilãs destroem o esmalte e a dentina, as camadas mais externas do dente.  Se as bactérias chegam até a polpa do dente, infeccionam uma área cheia de terminações nervosas. Aí é preciso recorrer ao tratamento de canal: prejuízo para o dente e para o bolso!

Um dente limpo não fica doente e essa situação caótica podia ser facilmente evitada com cuidados muito simples de higiene oral.

Tártaro

Quando a higiene passa longe da boca, as bactérias fazem a festa e convidam a saliva e os restos de alimentos para se juntarem a elas. Resultado? O tártaro, uma placa bacteriana amarelada e endurecida que, ao longo do tempo, se forma na superfície do dente, na borda da gengiva. O problema é que o tártato, só é removido com uma raspagem pelo dentista, além de causar mau hálito e inflamar a gengiva, quadro conhecido como gengivite.

Gengivite

O sintoma mais comum é o sangramento ao escovar ou ao usar o fio dental, além de inchaço na gengiva. Se a higiene é melhorada, o sinal pode amenizar em até cinco dias. Se não houver melhora é indicado que se procure um especialista. Em casos graves, as bactérias podem adentrar a gengiva.

Periodontite

A periodontite é uma inflamação que passa a atingir não apenas o tecido gengival, mas também a estrutura óssea que dá suporte aos dentes. Quando agravante, pode levar à perda dentária em consequência de danificação no tecido ósseo de suporte. Ele pode ser evitado por meio de uma boa higiene dental.

Sensibilidade nos dentes

A hipersensibilidade é uma condição decorrente de problemas comuns, como escovação inadequada, cáries e outros problemas mais sérios, como a gengivite. Escovar os dentes de forma bruta, usando a força, ou utilizar uma escova de cerdas muitos duras, pode aumentar o desgaste da camada de esmalte, originando o problema. Isso pode ser resolvido com o uso de cremes dentais específicos e uma boa higiene bucal.

 

Agende uma avaliação agora mesmo e conheça nossos serviços!

Agende pelo Link > is.gd/alexandreagendamento
Agende pelos telefones >   Passo fundo – (54) 3312-4466 / Sarandi – (54) 3361-2649
Agende pelo whatsapp > Passo Fundo – (54) 99600-4466/ Sarandi – (54) 99180-0628